Deepin 20

O Deepin 2020 virá com base no Debian Buster. Isto trará uma atualização das principais libs que hoje impedem que o sistema receba as mais novas versões dos apps.

Contudo, é sempre importante lembrar que podemos resolver este empecilho do repositórios. No meu dia a dia resolvi a vida atualizando os PPAs que mais precisava, como Firefox, Chrome, Thunderbird, VSCode, driver gráfico com repositório Oibaf, entre outros e bola pra frente. As novas versão que não poderiam mesmo ser atualizadas, por exemplo pela versão da libc6 que no Deepin 15.11 é v2.24, mais antiga, instalei os programas via snap, flatpak e appimage. O mundo linux é isto, satisfação por ter soluções sempre.

Leia também:   Criar conta de hospedagem no WHM cPanel via terminal

Hoje tenho sempre as versões mais atuais do que preciso, MAS lembre, verifique se os apps requerem a libc6 acima da versão 2.24. Neste caso use snap, flatpak e appimage. É a única restrição que será resolvida com a chegada do Debian 10.

O visual do Deepin Linux é considerado hoje um dos mais bonitos e funcionais do mundo linux. Eu diria que é o mais bonito. Existem ainda os que refutam dizendo que há possibilidade de transformar outros desktops para ficarem similares ao Deepin, como KDE, Mate, Gnome, etc, porém, a experiência não é a mesma.

Em novembro, sem data definida, haverá a liberação da primeira release e até final de dezembro fecharão correções. Janeiro haverá o lançamento.

Leia também:   Como atualizar o Kernel do Deepin

Contudo, no meu ponto de vista, a única vantagem que quero tirar desta nova versão é a nova base no Debian Buster. De resto já está ótimo. Mas claro, digo pois ainda não sei o que me espera neste novo desktop.